sexta-feira, 14 de setembro de 2007

A cura do banzo

Essa letra esta aqui porque a busca pela cura do banzo eh aliviada por coisas assim. Modos de ser e estar dados pelas raizes, pela dignidade e pela vontade de ser um pouco mais verdadeiro. Dedicado a tod@s que caminham pelo mundo longe de sua terra original.

Paulinho da Viola interpreta. Sem comentarios!
http://www.youtube.com/watch?v=zlNMLwUeoeU

Wilson Batista - Meu Mundo É Hoje

Eu sou assim
Quem quiser gostar de mim eu sou assim
Eu sou assim
Quem quiser gostar de mim eu sou assim

Meu mundo é hoje
Não existe amanhã pra mim
E sou assim
Assim morrerei um dia
Não levarei arrependimentos
Nem o peso da hipocrisia

Eu sou assim...

Meu mundo é hoje...

Tenho pena daqueles
Que se agacham até o chão
Enganando a si mesmos
Com dinheiro, posição
Eu nunca timei parte
Desse enorme batalhão
Pois sei que além de flores
Nada mais vai no caixão

Um comentário:

Juliana Pacheco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.